41 Frases de Bruno e Marrone

    Bruno e Marrone uma dupla de música sertaneja formada em Goiânia em 1985.
    E essa dupla sucesso onde passa sempre com lindas canções de amor por isso separamos alguns trechos de sua músicas, ficou uma frase mais bonita que a outra.

É sempre assim
Sem avisar, me surpreende
Demais pra mim
Quando, sei lá, chega e me rende

É inevitável o poder da paixão
Se tento esquecer, lá dentro o coração
Fica surdo, fica mudo, fica cego

É inevitável te amar assim
Quantas vezes digo não, mas lá no fim
Sempre me entrego

Me devora
Depois some
A alma chora

É animal
É tão voraz essa paixão
É vendaval
Me tira a paz, faz confusão
Chega a dar medo
Sabe o segredo do meu coração

Amei você
Sem truques, sem maldade
Fiz o meu papel

Das mentiras
Das palavras doces
Vi calor no teu olhar tão frio
Da beleza do teu rosto esconde
Um coração vazio

E no brilho
De uma pedra falsa
Dei amor a quem não merecia
Eu pensei que era uma joia rara
Era bijuteria

PUBLICIDADE

Preciso te esquecer
Pra me lembrar de mim

Amei você
Mas hoje posso ver
Que foi melhor assim
Preciso te esquecer
Pra me lembrar de mim

PUBLICIDADE

Você não acredita
Mas eu fui fiel

Amei você
Sem truque, sem maldade
Fiz o meu papel
Eu quis lhe oferecer
O que ninguém me deu
Você não acredita
Mas eu fui fiel

A coisa mais bonita
Que me aconteceu
Não pode imaginar
Os sonhos que me deu
E quanta insegurança
Me deixou o adeus

Você foi pra mim
A coisa mais bonita
Que me aconteceu

Saudade em quem não passa
E nem me deixa em paz
A sombra de um amor
Que já brilhou demais

Quando a noite cai
É que eu sinto a falta
Que você me faz

Vida vazia de sentimento
Noite sem sono, no abandono
Eu não aguento

Vida vazia, saudade sua
Dia nublado, vento gelado
Noite sem lua

O que é que eu vou fazer pra não sofrer?
O que é que eu faço pra você voltar
Pra minha vida?

O que é que eu vou fazer pra te esquecer?

PUBLICIDADE

Até o meu sorriso é tão sem graça
Não há nada que desfaça
Essa tristeza em meu olhar

Depois que você foi embora
A solidão entrou, trancou a porta
E não me deixa mais
Eu já tentei sair
Tentei fugir, não consegui
Eu já não tenho paz

Depois que você foi embora
A solidão entrou, trancou a porta
E não me deixa mais

PUBLICIDADE

Seu guarda, eu não sou vagabundo
Eu não sou delinquente
Sou um cara carente
Eu dormi na praça pensando nela

No sonho, você veio provocante
Me deu um beijo doce e me abraçou
E bem na hora H, no ponto alto do amor
Já era dia, o guarda me acordou

Caminhei sozinho pela rua
Falei com as estrelas e com a Lua
Deitei no banco da praça, tentando te esquecer

Já não há razão pra não ser pra sempre
Essa vez há de ser, tem que ser diferente
Não me deixe sozinho, nem mesmo um pouco
Esse pouco me deixa cada vez mais louco

E assim, quando eu te abraço
Me aperte em seus braços por um minuto
De um jeito que só você sabe
De um jeito que só eu sei

E assim, quando eu te beijo
Que mude o destino por um minuto
Que meu corpo encontre seu corpo
Num prazer absoluto

Quero ouvir

Seus passos de volta à minha porta
Pra dizer que me amava quando estava longe

Quero esquecer
Como se fosse fácil
Apagar tudo assim
Matando nossa história
A metade de mim

Vai me ligar
Na hora que a saudade
E a vontade apertar
Na busca incessante
De outro amor encontrar
Tentando achar a saída

PUBLICIDADE

E diz que nunca, nunca
Vai me ligar

Já não consigo entender
Se quem amou pra valer
Diz que agora tanto faz
Que já não me quer mais

Deixa
Eu pelo menos falar de nós
Por um minuto ouvir tua voz
Nem precisa me perdoar

PUBLICIDADE

Eu bebi demais e não consigo me lembrar sequer
Qual era o nome daquela mulher

Eu bebi demais e não consigo me lembrar sequer
Qual era o nome daquela mulher
A flor da noite na boate azul

PUBLICIDADE

E a dama da noite que estava comigo também foi embora
Fecharam-se as portas, sozinho de novo tive que sair

A dor do amor é com outro amor que a gente cura
Vim curar a dor desse mal de amor na boate azul

A dor do amor é com outro amor que a gente cura

Doente de amor, procurei remédio na vida noturna
Com a flor da noite em uma boate aqui na zona sul